Universidade do Minho  

             
 
  Autenticação
 
Mapa do Site
Contactos
FAQs
Email
   
  imprimir
 



Actualmente as ligações de comunicações WAN e MAN da Universidade do Minho podem ser caracterizadas, da seguinte forma:

  • Ligação WAN a interligar o Campus de Gualtar e o Campus de Azurém através do serviço Ethernet2Connect alugado á Portugal Telecom, com largura de banda de 700 Mbps;
  • Ligação MAN a interligar o Campus de Gualtar e o Largo do Paço através de uma Fibra Óptica escura do Projeto Braga Digital, com serviço a 1 Gbps e circuito de backup através do serviço Ethernet2Connect alugado á Portugal Telecom, com largura de banda de 200 Mbps;
  • Ligação WAN a interligar o Campus de Gualtar e a Residência Universitária dos Combatentes (Guimarães) através do serviço Ethernet2Connect alugado á Portugal Telecom, com largura de banda de 50 Mbps;
  • Ligação MAN a interligar o Campus de Gualtar e a Residência Universitária de Santa Tecla através do serviço Ethernet2Connect alugado á Portugal Telecom, com largura de banda de 100 Mbps;
  • Ligação MAN a interligar o Campus de Gualtar e o Edifício dos Congregados através de uma Fibra Óptica escura do Projeto Braga Digital, com serviço a 1 Gbps e circuito de backup através do serviço Ethernet2Connect alugado á Portugal Telecom, com largura de banda de 10 Mbps;
  • Ligação MAN a interligar o Campus de Gualtar e o Museu Nogueira da Silva através de uma Fibra Óptica escura do Projeto Braga Digital, com serviço a 1 Gbps e circuito de backup através do serviço Ethernet2Connect alugado á Portugal Telecom, com largura de banda de 10 Mbps;
  • Ligação MAN a interligar o Campus de Gualtar e a Residência Lloyd Braga através de uma Fibra Óptica escura do Projeto Braga Digital, com serviço a 1 Gbps;
  • Ligação MAN a interligar o Campus de Gualtar e a Residência Lloyd Braga através de uma Fibra Óptica escura do Projeto Braga Digital, com serviço a 1 Gbps;
  • Ligação MAN a interligar o Largo do Paço e o Edifício do Pacinho através de uma Fibra Ótica escura do Projecto Braga Digital, com serviço a 1 Gbps;
  • Ligação MAN a interligar o Pacinho e o CCPFC (Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua) através de uma Fibra Ótica escura do Projecto Braga Digital, com serviço a 1 Gbps;
  • Ligação MAN a interligar o Campus de Gualtar e a Biblioteca Lúcio Craveiro da SIlva através de uma Fibra Óptica escura do Projeto Braga Digital, com serviço a 1 Gbps;
  • Ligação MAN a interligar o Campus de Azurém e o Centro Avançado de Formação Pós-Graduado (Campus Couros), através de uma Fibra Óptica escura do Projeto Ave Digital/UMinho, com serviço a 1 Gbps;
  • Ligação MAN a interligar o Campus de Azurém e o Instituto de Design (Campus Couros), através de uma Fibra Óptica escura do Projeto Ave Digital/UMinho, com serviço a 1 Gbps;
  • Ligação MAN a interligar o Centro Centro de Formação Pós-Graduada e o Centro de Ciência Viva de Guimarães (Campus de Couros), através de uma Fibra Óptica escura da UMinho, com serviço a 1 Gbps;
  • Ligação MAN a interligar o Campus de Azurém e o Avepark (Edifício Central e 3Bs) através de uma Fibra Óptica escura do Projeto Avepark, com serviço a 1 Gbps;
  • Ligação MAN entre Gualtar e o Campus da BOSCH em Braga através do serviço Ethernet2Connect alugado á Portugal Telecom, com largura de banda de 100 Mbps;
  • Ligação MAN entre Gualtar e o Arquivo Distrital de Braga através do serviço Ethernet Connect alugado á Vodafone, com largura de banda de 100 Mbps;

A ligação à Internet é realizada via rede de investigação e ensino nacional - RCTS (National Research and Education Network - NREN), com uma largura de banda de 10 Gbps (9700 Mbps de Tráfego Académico e 300 Mbps de Tráfego Comercial).

Em termos de acessos de comunicações, de e para o exterior, os acessos principais (Primários) estão localizados em Gualtar e em Azurém e, o Paço possui um acesso básico de backup no próprio site, para em caso de quebra de conectividade IP poderem ter acesso de backup de comunicações para o exterior.

Acesso dos telefones da Universidade do Minho de e para o exterior

Em termos de acessos de e para o exterior, ou seja, para as comunicações efetuadas de e para o exterior, são utilizados os acessos primários e acessos básicos que permitem ter os "canais de comunicação" e, estão diretamente ligados à nossa infraestrutura de voz. Apesar de se tratar de gestão centralizada, os acessos estão distribuídos por:

Gualtar, Braga:

    • 2 acessos primários RDIS interligados a um servidor (Media Gateway) do projeto VoIP@RCTS;
    • 1 acesso primário RDIS interligado a um acesso RDIS direto do operador móvel MEO;
    • 1 acesso primário RDIS interligado a um equipamento GSM com cartões GSM dos operadores móveis Vodafone, MEO e NOS.

Azurém, Guimarães:

    • 1 acesso primário RDIS interligado a um servidor (Media Gateway) do projeto VoIP@RCTS.

Paço, Braga:

    • 1 acesso básico RDIS interligado a um equipamento GSM com cartões GSM para acesso de backup.

Os acessos primários principais, ao abrigo do projeto VoIP@RCTS, estão interligados a 2 servidores, instalados um em Gualtar e outro em Azurém. Estes são responsáveis por converter as comunicações das redes de telefonia digitais convencionais (RDIS) do servidor de comunicações da UMinho em IP e vice-versa, sendo o trafego de voz roteado por IP através das rotas definidas neste e no servidor SBC (Session Border Controller). O servidor SBC é um equipamento que está colocado na fronteira da rede da Universidade do Minho que, possibilita a interligação entre as diferentes redes e por onde passa toda a sinalização e tráfego de voz entre a UMinho e os operadores de comunicações que, em caso de falha, o acesso é efetuado com recurso ao acesso de um dos primários RDIS de backup do operador de rede fixa que está diretamente ligado aos servidores Media Gateway instalados em Gualtar e em Azurém.


 
  © 2017 Universidade do Minho  - Termos Legais  - actualizado por SCOM Símbolo de Acessibilidade na Web D.