Universidade do Minho  

             
 
  Autenticação
 
Mapa do Site
Contactos
FAQs
Email
   
  imprimir
 

1. Verificar que o horário, data e timezone da máquina estejam apropriadamente configurados.

2. Copiar os binários ntpdate e ntpq, gerados durante o processo de compilação do servidor NTP (o qual pode fazer o download a partir de http://www.eecis.udel.edu/~ntp), para a directoria /usr/local/bin da máquina que actuará como cliente NTP. O utilizador (UID=root) e as permissões de acesso (755) deverão ser mantidas.
3. Executar o comando:

# ntpdate <ip_servidor_NTP_local>

Note que esta operação de sincronização poderá levar algum tempo.
4. Incluir no crontab do utilizador root a seguinte linha:

0 * * * * /usr/local/bin/ntpdate <ip_servidor_NTP_local> 2>/dev/null> /dev/null

Isto fará com que o cliente NTP, a cada hora, sincronize remotamente com o servidor NTP local e as mensagens geradas por esta operação sejam desprezadas.
Em particular, se a máquina cliente NTP também actua como LOGHOST, recomenda-se que o tempo entre uma sincronizações seja menor, talvez a cada 30 minutos. Nesse caso, a entrada no crontab a ser incluída deverá ser:

0,30 * * * * /usr/local/bin/ntpdate <IP_servidor_NTP_local> 2>/dev/null> /dev/null

 
  © 2017 Universidade do Minho  - Termos Legais  - actualizado por SCOM Símbolo de Acessibilidade na Web D.